27.04.08

Quando olho para uma pessoa e gozo, tenho a noção que estou a magoá-la. Mas, no fundo, olho para o chão e vejo o brilho da minha lágrima, caindo no olhar.

 

Gosto que pensem que sou forte, mas no fundo, fraco sou. Porque, com as minhas palavras macabras, destruo a felicidade das outras pessoas e ponho o meu orgulho em cima. No entanto, a minha consciência dá mais um mergulho para o fundo. Mesmo assim eu mostro aos outros que o rei sou eu, eu que não cresço e que daqui a alguns anos, quando perceber que já não estou na idade das brincadeiras, vou ser uma pessoa fútil, sem princípios nem regras. Namorados loiros, morenos, ricos e passarão…porque um dia eu pedirei o perdão.

 

E nesse dia, quando tentar

Limpar as sombras do mal,

Será tarde porque já estarão a vencer…

E, ao relembrar…só pensarei em desaparecer.

 

Adriana

publicado por Margarida às 23:33

Página destinada à publicação dos trabalhos dos alunos do 8º C - 07/08
mais sobre mim
Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

29
30


arquivos
2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


pesquisar
 
blogs SAPO