21.05.08

Um homem morreu,

Atirou-se do ar.

A mão ele torceu

Partiu o calcanhar.

 

O filho satisfeito,

A mulher em aflição,

O sogro parado

A olhar para o chão.

 

A tia tontinha

Estampou-se com a camioneta.

Olhou para a Lua

E não viu a bicicleta.

 

A vizinha Maria

Viu o seu afilhado

A tocar concertina

Muito desafinado.

 

A casa dos pneus

Começou a voar

Porque a Dona, torta,

Não a quis fechar.

 

 E a Dona Alberta

Teve uma recaída,

Ficou enjoada

E escorregou na descida.

 

Refrão

E num só momento

Desaparecem as palavras,

Fugiram no tempo

Porque ganharam asas.

 

Naquela cidade

Perdeu-se o destino,

Tudo enlouqueceu

Foi um desatino.

BIS

 

8ºC

 

publicado por Margarida às 20:17

nao podia ter ficado melhor!! melhor aula sem duvida stora :D
Joana Cardoso a 10 de Julho de 2008 às 14:44

Página destinada à publicação dos trabalhos dos alunos do 8º C - 07/08
mais sobre mim
Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
24

25
26
27
28
29
30
31


arquivos
2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


pesquisar
 
blogs SAPO